top of page

Especialidades médicas

Cateterismo Vesical

É um procedimento que consiste na introdução de um tubo flexível na bexiga para permitir a drenagem de urina. É prescrito com o propósito de esvaziar a bexiga para finalidade cirúrgica ou diagnóstica, para clientes com incontinência ou retenção urinária, quando se faz necessária a avaliação exata do débito urinário, para coleta de amostras de urinas e para irrigar a bexiga ou instilar medicamentos nas cirurgias urológicas.

Dilatação

Uretral

É um tratamento de caráter ambulatorial, feito com a introdução de sondas de calibre progressivo na uretra. O objetivo desse método é tentar dilatar o tecido fibrótico da área estreitada, aumentando o diâmetro interno do canal uretral.

Testes de

Fármaco-Ereção

O teste tem por finalidade avaliar o tecido erétil mediante a injeção intracavernosa de drogas vasoativas, identificar fator orgânico por meio de uma resposta negativa ou parcial e também iniciar a titulação da dose, quando o paciente opta pela terapia intracavernosa. Diferentes drogas podem ser utilizadas, como a papaverina, prostaglandinas, fentolaminas, dentre outras. Dor leve e ardência durante a injeção são comuns. A reação adversa mais preocupante é a ereção prolongada (priapismo), que pode requerer as mesmas medidas específicas para o tratamento. O tempo médico de ereção varia de 60 a 90 minutos.

Frenuloplastia

É uma cirurgia indicada quando o freio peniano é curto ou tem baixa elasticidade. Nessas condições são frequentes as fissuras, que geram grande desconforto e sangramento às relações sexuais. O procedimento é realizado sob anestesia local ou sedação anestésica.

Citoscopia e Uretroscopia

A cistoscopia e/ou uretroscopia é um exame endoscópico, sem cortes, simples e com baixos riscos. Esse procedimento é realizado em pacientes com suspeita de doenças na bexiga ou uretra (canal da urina). Para realizar o exame, injeta-se um gel anestésico na uretra e então é introduzido um aparelho com uma microcâmera, que irá observar todo o canal urinário e todo interior da bexiga.

Urofluxometria

É um exame realizado para estudar as características do fluxo urinário, ou seja, o volume de urina que passa pela uretra numa unidade de tempo e que retrata o ato miccional.

Eletrocoagulação de Lesões Genitais Masculinas

Procedimento cirúrgico para retirada de ferida ou lesão que apareça no pênis, nos testículos, na uretra ou em qualquer outra região do genital, com a utilização de um aparelho de termocoagulação para destruir o tecido afetado.

Vasectomia

A vasectomia é a ligadura (fechamento) dos canais deferentes do homem. É uma pequena cirurgia feita com anestesia local em cima do escroto (saco), na qual é cortado o canal que leva os espermatozoides do testículo até as outras glândulas que produzem o esperma (líquido) masculino. Após a vasectomia, a ejaculação continua normal, mas sem a presença de espermatozoides.

Uretrocistoscopia

Exame endoscópio das vias urinárias baixas que possibilita a visibilização ótica dos segmentos uretrais e da bexiga. O instrumento utilizado para sua realização é o cistoscópio, podendo ser semi-rígido ou flexível. O procedimento pode ser realizado com anestesia tópica local ou até mesmo com anestesia geral, dependendo das circunstâncias. É um exame complementar ambulatorial que não necessita de internações, na maioria dos casos.

Estudo

Urodinâmico Completo

Exame que avalia o desempenho funcional do sistema urinário inferior. Consiste na introdução de sondas de pequeno calibre pelo canal uretral e anal para avaliação da dinâmica urinária. Este exame representa uma importante ferramenta para o diagnóstico das disfunções miccionais – incontinência urinária, lesões neurológicas da bexiga ou hiperplasia benigna da próstata.

Exérese de Lesões Genitais Masculinas

Exérese é uma manobra cirúrgica utilizada para retirar qualquer ferida ou lesão que apareça no pênis, nos testículos, na uretra ou em qualquer outra região do genital visando a finalidade terapêutica.

Postectomia (Circuncisão)

Postectomia é uma cirurgia para retirar o excesso de pele (prepúcio) que reveste a parte de cima do pênis (glande). É um dos procedimentos mais populares na urologia e muitos indivíduos têm conhecimento dessa cirurgia, mesmo que não saibam seu nome técnico.

Instilação

Vesical

É a aplicação de medicamento na bexiga através de uma pequena sonda uretral. Este tipo de tratamento pode ser indicado após ressecção de tumores, com a finalidade de diminuir a incidência de recorrências de tumores de bexiga, ou em pacientes com síndromes dolorosas crônicas.

Peniscopia

A peniscopia é um exame para a detecção de lesões ou alterações macroscópicas no pênis, escroto e na região perianal. Essas lesões normalmente são causadas pelo Vírus do Papiloma Humano (HPV) ou ainda, pela candidíase ou herpes.

Desbloqueio Endoscópico

O desbloqueio endoscópico é a retirada de materiais posicionados (cateteres ureterais) nos ureteres, utilizados em cirurgias. É um procedimento feito sob anestesia local ou sedação, rápido e dispensa internação. Pela manipulação da via urinária, pode haver, entretanto, ardor uretral ao urinar nos primeiros dias.

bottom of page